sábado, 21 de setembro de 2013

Seja feliz mesmo que te esmaguem!

O que se passou comigo esta semana me lembrou bastante uma sequência de um filme que estou em dúvida sobre qual é, se alguém lembrar, me diga. Nessa sequência, a agente secreta falava que tinha passado junto com alguns colegas por um treinamento árduo sobre até que ponto eles conseguiam esconder informações. Cada um foi colocado dentro de sacos e passou a levar socos e pontapés até que revelassem algo. A agente não revelou nada e aguentou toda aquela pancadaria. Em suas palavras, era incorruptível.

Acontece com pessoas que não são agentes secret@s também. Por vezes, os nossos princípios e nossas necessidades nos fazem ter de aguentar "socos e pontapés" para não desistirmos, às vezes esporadicamente, às vezes diariamente, ou até mesmo a cada vez que se respira. Pode ser uma resposta atravessada, uma negativa dolosa, ou até a violência física.

Vou finalizar meio panfletária, mas o caminho é abstrair, enfrentar as adversidades e as privações, e considerar que toda essa situação é prenúncio de um tempo bom que vem depois.


Foto: Sabrina Garcia

Um comentário:

Liz Miranda disse...

Uma foto tão linda pra uma postagem de dor, mas também de coragem. Acho que ninguém precisa te dizer o quanto você é forte e o quanto de porrada aguenta dessa vida né? Você sabe mais que ninguém. Mas se te alivia um pouco, saiba que você não tá sozinha. #tamojunto